10 Dicas de organização para o seu casamento

10 Dicas de organização para o seu casamento

 

Bem, se você não é dessas que pode chegar numa casa de festas, acertar os detalhes e só esperar que tudo esteja pronto para o seu grande dia, talvez você precise destas dicas que eu vou dar.

Não existe uma receita padrão, mas um pouco de organização pode te ajudar com todas as etapas do processo. Vamos lá!

 

1-      Organização básica:

 

Estabeleça um padrão de organização, compre uma agenda só para isso. Um ficheiro sanfona também pode ser uma mão na roda para ajudar a guardar recibos e contratos, pois você pode precisar deles se houver algum desacordo na prestação do serviço.

 

2-      Escolha a época do ano:

 

No Brasil, nós não temos estações bem definidas, mas sabemos que algumas épocas são muito chuvosas e quais têm um clima mais ameno. Procure saber, por exemplo, em que época do ano as flores estão mais baratas (caso queira muitas flores em sua cerimônia). Essa escolha simples lhe poupará o dinheiro que seria usado em coberturas e flores fora de estação! Lembre-se da música de Jobim: “são as aguas de março fechando o verão”.

 

3-      Decida suas prioridades:

 

O que é mais importante? A Cerimônia, a festa de casamento ou sua lua de mel? Quando temos um orçamento muito apertado, temos que fazer escolhas: uma boa viagem pode lhe custar a redução da qualidade do buffet, por exemplo. Defina neste estágio quanto do seu orçamento você irá destinar para cada etapa.

 

4-      Escolhendo locais:

Você já deve ter se decidido onde quer se casar: em casa, no sítio, no salão, na igreja etc. Verifique se a data pretendida não é um dia religioso. Se você quer se casar no dia de São Judas Tadeu na igreja de devoção daquele santo, o dia pode ser muito complicado!

 

5-      Lua de Mel:

Antecedência é tudo. Comece logo a conversar com o maior número de agentes de viagem que você conseguir, pois quanto mais cedo você começar a pagar a sua viagem, mais você irá economizar. Dica importante: Não conte com o dinheiro da gravata, seus convidados podem não estar preparados para contribuir ou não ser tão generosos quando você gostaria.

 

6-      Escolha de fornecedores:

Contrate um cerimonialista. Assessoria é tudo o que você precisa no planejamento do seu casamento. Em alguns momentos, parece que sua cabeça vai estourar por não achar nada do seu gosto. Confie em mim, todos os profissionais que trabalham com festas oferecem serviços ao cerimonialista, e eles normalmente só contratam pessoas de confiança, pois não querem ter seus nomes vinculados a um profissional ruim.

Nesta etapa, o seu cerimonialista apresentará os fornecedores: fotógrafos, floristas, serviços de buffet, entre outros. Para contratar fotógrafos, confira 10 dicas clicando neste link. O seu cerimonialista não deve decidir tudo sozinho, sente-se com ele e converse, exponha seus medos, peça degustação e referências desses profissionais, não tenha medo de ser insistente.

Sobre convites de casamento: Não deixe seu sobrinho ou parente fazer,á até uma empresa profissional. O seu convite é a primeira impressão que seu convidado terá de sua festa, e você quer causar uma boa impressão, não é?

7-      Roupas e cores

Cores seguem tendências, portanto pesquise antes para saber o que está disponível no mercado.

Não confie no bom gosto do seu noivo, escolha o terno e cores da gravata que ele vai usar no dia da festa. Imagine pôr o pé na igreja e ver seu noivo com a gravata da Disney! Ninguém merece! Defina as cores que as madrinhas podem usar e deixe bem claro que o branco é a sua cor, e elas não poderão usar!

8-      Últimos preparativos

Escreva seus votos de casamento e acompanhe para saber se o seu noivo está escrevendo também, não tente alongar ou ser engraçadinha, escreva com o coração, ele não vai deixar você fazer feio!

Não tenha medo do trabalho: chame os padrinhos e madrinhas para um ensaio. Tudo tem que dar certo no dia, e para funcionar como um reloginho, cada um tem que saber seu papel. Madrinhas e padrinhos são figuras importantes, deixe que eles saibam disso.

Envie os convites e a lista de presentes que devem estar em mais de um site, preferencialmente. Veja se esse site tem boa reputação no mercado e se tem facilidades de pagamento. Seja razoável na hora de escolher os presentes e escolha itens em todas as faixas de preço.

9-      Detalhes administrativos

Verifique como será o traslado entre os lugares, veja o tempo necessário do deslocamento da igreja para o salão. Um engarrafamento inoportuno pode gerar muitos inconvenientes.

Se o local do casamento  não for tão conhecido, envie mapas com o endereço e as instruções de como chegar.  O Google Maps é muito bom para criar rotas de vários pontos de partida.

Se for viajar para o exterior, verifique passaportes e vistos, agasalhos, malas, lugares para visitar, quem ficará com o bichinho de estimação, suspenda a entrega de revistas e jornais, decida qual vizinha vai cuidar das plantas, e tenha em mãos os números de emergência como embaixadas, polícia ou bombeiros.

Experimente o vestido de noiva e use um pouco os sapatos para que estejam confortáveis no dia da festa.

Confira com os fornecedores se está tudo confirmado.

Peça confirmação dos convidados que ainda não responderam.

10-   Dia do seu casamento

Acorde cedo e faça atividades que aliviem a sua tensão, chame amigas para conversar, tome um banho de banheira, receba uma massagem… Curta o seu dia de noiva, ele será único na sua vida. E lembre-se, se for chorar, respire fundo… e seja feliz pelo resto da sua vida!

 

Deixe um recadinho!